Tribunal nega liminar à Câmara de Vereadores contra LDO que mantém vetos do prefeito

Tribunal nega liminar à Câmara de Vereadores contra LDO que mantém vetos do prefeito

Compartilhe

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Recurso cita que vai “apreciar as razões expostas quando do julgamento do mérito”

A Câmara Municipal sofreu mais uma derrota após o Tribunal de Justiça negar pedido liminar que solicitou a derrubada da decisão da 2ª Vara da Fazenda Pública que reconhece como válida a LDO (Lei de Diretrizes Orçamentária), sancionada pelo prefeito Colbert Filho com os vetos a emendas inconstitucionais e/ou ilegais dos vereadores.

O Legislativo Feirense deixou de cumprir os prazos desrespeitando a Lei Orgânica do Município que estabelece 30 dias para análise dos vetos e promulgação em até 48 horas.

Na decisão de quarta-feira, 9, na Primeira Câmara Cível, a relatora do recurso (agravo de instrumento), desembargadora Maria de Lourdes Pinho Medauar, ao rejeitar o pedido da Câmara de Vereadores deixa claro que somente vai “apreciar as razões expostas no recurso quando do julgamento do mérito”.

A magistrada ressalta ainda que a decisão do presidente do Tribunal de Justiça “não atinge o objeto do presente recurso”, pois a suspensão dos efeitos da decisão do juiz Nunisvaldo dos Santos “salvaguardou os agravantes e a municipalidade de grave e irreparável lesão pela urgência e relevância da situação”.

Fonte:www.feiradesantana.ba.gov.br

Foto: Jorge Magalhães