Serviço de neurocirurgia do Hospital Clériston Andrade zera fila de cirurgias neurológicas

Serviço de neurocirurgia do Hospital Clériston Andrade zera fila de cirurgias neurológicas

Compartilhe

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

O serviço de neurocirurgia do Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA, zerou nesta terça-feira, 14 de dezembro de 2021, a fila de cirurgias neurológicas eletivas. Cerca de 16 pacientes que estavam internados na unidade e aguardavam na fila, já foram operados. O serviço de neurocirurgia funciona 24h00, todos os dias, inclusive com serviço pós operatório ambulatorial. Segundo o coordenador da equipe, Dr. Eduardo Portilho, serão atendidos no retorno ambulatorial pós cirúrgico, em média 20 pacientes por semana.

O neurocirurgião ainda explica que haverão cirurgias neurológicas diariamente na unidade, operando pacientes com o diagnóstico de tumor cerebral, aneurisma cerebral, trauma raquimedular, além das vítimas de traumas/acidentes, Acidente Vascular Cerebral (AVC) hemorrágico, dentre outras patologias. “Nossa equipe é formada por nove neurocirurgiões, a meta é que pelo menos um paciente de cirurgia neurológica eletiva seja operado diariamente na unidade, isso independente da quantidade de cirurgias de urgências que ocorrerem”, concluiu o médico.

De acordo com Tayse Moura, coordenadora da gestão de leitos do HGCA, o fato da equipe operar diariamente os pacientes eletivos, além dos de urgência e emergência, facilitou para que a fila de espera fosse zerada. “Vale lembrar que não somos hospital porta aberta para essas patologias, todos os pacientes de Feira de Santana e região devem ser regulados por meio da Central Estadual de Regulação com suspeita diagnóstica ou em urgência“, afirmou Tayse acrescentando que “a abertura da UTI neurológica com 20 leitos proporcionou uma maior rotatividade de leitos para pacientes que necessitam de cuidados especializados, sejam eles cirúrgicos ou clínicos. Desta forma, foi possível atender a demanda e ainda zerar a fila de pacientes internados que aguardavam por esses procedimentos”, comemorou.

O serviço de neurocirurgia conta com uma equipe multiprofissional que atua desde o cuidado à reabilitação desses pacientes. Lembrando que apesar da abertura destes novos leitos e da mudança de atuação implantada nos últimos 15 dias pela atual equipe de neurocirurgia, o HGCA sempre funciona com a taxa de ocupação acima de 100%, ou seja, os leitos continuam ocupados, o que melhorou foi a taxa de rotatividade.

Fonte: ASCOM | HGCA