Semam visita lagoa e não constata doença em Jacaré

Semam visita lagoa e não constata doença em Jacaré

Compartilhe

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Uma equipe do departamento de planejamento e educação ambiental da Semam, (Secretaeia de Meio Ambiente), foi até a lagoa grande no bairro Rocinha nesta terça-feira, 03, observar um jacaré-de- papo-amarelo que segundo denúncias estaria doente e com dificuldade de locomoção.
O diretor do órgão, João Dias informou que a princípio não percebeu nenhuma anormalidade no animal. Segundo ele, a lagoa está passando por um processo de requalificação devido a sua poluição por conta do esgoto que é jogado dentro da mesma provocando um prejuízo muito grande à fauna e a flora local. “O jacaré-de-papo-amarelo é um réptil que pode viver até 50 anos mais isso depende de vários fatores. Nós não sabemos se o réptil está doente, porém, vamos observá-lo já que é impossível retirá-lo da água”, disse.
A todo momento o animal fica exposto atraindo a curiosidade de quem passa pelo local.

Reportagem e fotos: J. Bezerra