Primeira mulher a presidir a OAB-BA, Daniela Borges toma posse e promete mais diálogo com a sociedade: ‘construir juntos’

Primeira mulher a presidir a OAB-BA, Daniela Borges toma posse e promete mais diálogo com a sociedade: ‘construir juntos’

Compartilhe

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Posse aconteceu no sábado (1). A seccional baiana terá duas mulheres à frente da ordem, já que Christianne Gurgel tomou posse como vice.

A advogada baiana Daniela Borges tomou posse no último sábado (1) como presidente da Ordem dos Advogados da Ordem dos Advogados do Brasil – Seção Bahia (OAB-BA). Ela é a primeira mulher a assumir o cargo no estado.

A seccional baiana será a primeira no país a ter duas mulheres à frente da OAB, já que Christianne Gurgel tomou posse como vice.

Primeira mulher a presidir a OAB-BA, Daniela Borges toma posse e promete mais diálogo com a sociedade — Foto: Acervo pessoal

Primeira mulher a presidir a OAB-BA, Daniela Borges toma posse e promete mais diálogo com a sociedade — Foto: Acervo pessoal

“Esse é um momento histórico e sem dúvida nenhuma é um momento de muita alegria e de uma trajetória que não é só minha. É o momento de uma gestão com paridade de gênero. Chegar à presidência da OAB com essa história e reafirmando a importância dessa representatividade é muito simbólico. A OAB-BA tem mais mulheres do que homens, então acredito que estamos no momento de colocar em prática nossos projetos”, disse ao g1.

A advogada falou sobre o que espera para os próximos três anos, mas se diz preparada para enfrentamentos. “Os desafios são grandes, mas estamos com disposição para muito trabalho e com muita coragem para esses próximos três anos. […] em relação ao machismo, sabemos que ele está na estrutura da sociedade. Daí a importância de uma maior presença de mulheres nos espaços de decisão. Também sabemos que junto com o cargo vem uma maior responsabilidade”, disse. Primeira mulher a presidir a OAB-BA, Daniela Borges toma posse e promete mais diálogo com a sociedade — Foto: Acervo pessoal Daniela ainda destacou que pela primeira vez, cinco mulheres estão à frente de seccionais da OAB pelo país. “A Bahia foi a única seccional no Brasil que elegeu duas mulheres para presidente e vice presidente. Que a gente faça disso um solo fértil para mais transformações. Queremos construir juntos [com a sociedade]. Queremos dialogar com esses problemas que ocorrem na sociedade, o combate ao machismo, ao racismo, e devemos começar esse diálogo praticando isso dentro da ordem”, defendeu.

Fonte:g1.globo.com