Prefeito comenta nota da OAB: Não houve repressão à greve

Prefeito comenta nota da OAB: Não houve repressão à greve

Compartilhe

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

“Em nenhum momento houve repressão à greve dos professores, que já estava decretada e, portanto, não se justificava a invasão do prédio da Prefeitura, que ficou bem caracterizada como um ato político do PT, PSOL e PSD”. Afirmou o prefeito Colbert Martins Filho, esclarecendo os acontecimentos em razão da nota lançada pela seção feirense da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

“O problema não começou com professores, mas com um vereador e um assessor da Câmara Municipal, que agrediram duas mulheres da Guarda Municipal, para invadir o prédio. Tem vídeos que deixam isso muito claro. E, surpreendentemente, na linha de frente dos manifestantes estava uma autoridade de um poder constituído vestindo uma camisa do PT. O que mais é preciso para provar o cunho político-partidário?”, indagou o prefeito.

Salientando que tem “um enorme respeito pela OAB”, Colbert Martins disse que deve ficar bem claro ainda a ação em defesa do patrimônio público tombado pela Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (Ipac).

“A Polícia Técnica fez uma perícia dos danos causados, que não foram poucos. Há até cenas de manifestantes tentando arrombar com chutes o portão da Prefeitura. Acenderam velas num prédio com assoalho e escada de madeira”, destacou.

Fonte:www.feiradesantana.ba.gov.br