PF cumpre mandados de prisão e busca em operação contra fraudes a benefícios previdenciários no Recôncavo Baiano

PF cumpre mandados de prisão e busca em operação contra fraudes a benefícios previdenciários no Recôncavo Baiano

Compartilhe

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Grupo criminoso “criava” pessoas fictícias com documentos falsos para fraudar benefícios de prestação continuada. Prejuízo estimado é de R$ 4 milhões, relativos a cerca de 50 benefícios fraudados.

A Polícia Federal iniciou uma operação contra fraudes a benefícios previdenciários e assistenciais no Recôncavo Baiano, nesta quinta-feira (19). Ao todo, 12 mandados de são cumpridos, sendo seis de prisão temporária e os outros seis de busca e apreensão, nas cidades de Milagres e Amargosa.

A PF detalhou que o grupo criminoso atuava desde 2017, “criando” pessoas fictícias com documentos falsos para obter os benefícios, que em sua maioria eram de prestação continuada. Esses benefícios têm o valor de um salário mínimo, pago pelo INSS a pessoas com mais de 65 anos e/ou portadores de deficiência.

O prejuízo estimado é de R$ 4 milhões, relativos a cerca de 50 benefícios fraudados. O número e os valores pode se tornar ainda maior, à medida que a investigação avance. A polícia também identificou indícios de que o grupo possui conexão com outra quadrilha que foi desarticulada em dezembro do ano passado, em Jeremoabo.

Esta operação foi batizada de Apólogo, em alusão à “fábula”, “ficção”. Os envolvidos vão responder por organização criminosa, estelionato previdenciário, falsificação de documento público e uso de documento falso.

Fonte:g1.globo.com/ba