Operação em presídios da Bahia apreende 19 celulares e objetos cortantes

Operação em presídios da Bahia apreende 19 celulares e objetos cortantes

Compartilhe

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

A ação, que busca cortar contatos com comparsas de fora da cadeia, continua

Uma ação feita por unidades especializadas da Polícia Militar, na quarta-feira (12), apreendeu 19 aparelhos celulares e vários objetos cortantes em presídios da Região Metropolitana de Salvador e do interior do estado. O objetivo da ação é impedir a comunicação dos presos com comparsas que estão soltos, evitando articulação de novos crimes.A maior parte da apreensão foi no Conjunto Penal de Juazeiro, onde foram achados 11 celulares no pavilhão B. Lá ainda foram achados 10 carregadores, sete chips, nove fones de ouvido, um chuncho, uma corda, um estilete e uma extensão.

Já no Presídio Regional Ariston Cardoso, em Ilhéus, foram apreendidos cinco celulares, cinco carregadores, porções de maconha, quatro facas e dois chunchos.Em Lauro de Freitas, foram localizados 12 cadernos com anotações, dois celulares, três chips, quatro fones, dois carregadores, cabos USB e um chuncho, todos em celas do pavilhão A do presídio.Aconteceram buscas também em Vitória da Conquista, Teixeira de Freitas e Barreiras, mas nessas unidades nenhum objeto ilícito foi apreendido.

De acordo com o comandante do Comando de Policiamento Especializado (CPE), coronel Manuel Paulo Muniz Júnior, a ação continuará  com apoio do Batalhão de Guardas, Cipes e Companhias de Guardas (Itabuna e Feira de Santana). “Desde agosto do ano passado que temos realizado essas atividades com a finalidade de evitar conexões entre os ambientes prisionais e externo. Além desse apoio que damos à Seap, também executamos ações preventivas para impedir que esses tipos de materiais cheguem até os internos”, explica. 

Fonte:www.correio24horas.com.br