Operação do MP-BA investiga empresa fantasma contratada pela Câmara de Vereadores de Madre de Deus, na BA

Operação do MP-BA investiga empresa fantasma contratada pela Câmara de Vereadores de Madre de Deus, na BA

Compartilhe

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Ministério Público cumpriu mandado de busca e apreensão na manhã desta segunda em Salvador.

Uma operação do Ministério Público da Bahia cumpriu um mandado de busca e apreensão, na manhã desta segunda-feira (28), em Salvador, por causa de uma investigação sobre atuação de uma empresa fantasma, que teria sido contratada pela Câmara de Vereadores de Madre de Deus, na Região Metropolitana de Salvador.

Na operação, denominada Pixel, foram apreendidos celulares, notebooks, cheques e documentos. A ação foi realizada em parceria pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) e 7ª Promotoria de Justiça de Proteção da Moralidade Administrativa e do Patrimônio Público de Salvador.

De acordo com o MP-BA, a investigação aponta a contratação, pela Câmara de Vereadores de Madre de Deus, de empresa fantasma para prestação de serviços de tecnologia da informação.

Entre os serviços investigados estão a locação de software destinado à operacionalização de painel eletrônico utilizado nas sessões da Casa Legislativa, à tramitação de projetos de lei e à consulta, pela população, da legislação municipal e das atividades desenvolvidas pela Câmara.

A 2ª Vara Criminal Especializada da Comarca de Salvador determinou o pedido de busca e apreensão com base na existência de indícios da prática de crimes de peculato-desvio, de fraude em contratação pública e de associação criminosa. A operação contou com o apoio do Departamento de Polícia Técnica da Bahia (DPT).

Procurada pelo g1, a Câmara de Vereadores ainda não se posicionou sobre a operação.

Fonte:g1.globo.com/ ba

Foto: Divulgação/MP