Monitor da Violência: Bahia registra maior quantidade de mortes violentas pelo terceiro ano seguido

Monitor da Violência: Bahia registra maior quantidade de mortes violentas pelo terceiro ano seguido

Compartilhe

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Em números absolutos, estado contabilizou 5.099 mortes violentas (homicídios dolosos, latrocínios e lesões corporais seguidas de morte) em 2021. Destas, 4.931 foram enquadradas como homicídio doloso.

A Bahia foi o estado brasileiro que registrou a maior quantidade de mortes violentas em 2021, conforme mostra o índice nacional de homicídios criado pelo g1, com base nos dados oficiais dos 26 estados e do Distrito Federal. Os dados foram divulgados nesta segunda-feira (21).

Em números absolutos, o estado contabilizou 5.099 mortes violentas (homicídios dolosos, latrocínios e lesões corporais seguidas de morte) em 2021. Destas, 4.931 foram enquadradas como homicídio doloso, 122 como latrocínio e 46 como lesão corporal seguida de morte.

O mês mais violento de 2021, conforme o Monitor da Violência, foi abril, com 532 crimes, seguido do mês de março, que contabilizou 510 mortes violentas. O estado que teve a segunda maior quantidade de mortes violentas em 2021 foi o Rio de Janeiro, com 3.394 casos.

Em seguida vieram Pernambuco (3.370) e Ceará (3.300). Em 2020, a Bahia também registrou maior quantidade de mortes violentas. Em comparação com os dados divulgados no último balanço, o estado teve queda de 3,4%, com 177 mortes violentas a menos.

Ainda em 2020, o estado somou 5.276 casos, sendo 5.107 homicídios dolosos, 104 latrocínios e 65 lesões corporais seguidas de morte.

O Nordeste com 18.430 mortes em 2021, teve uma queda de 9,18% em comparação com 2020, quando registrou 20.293. No ano passado, a Bahia foi responsável por 27,66% dos casos na região.

Os dados apontam que: Houve 5.099 assassinatos em 2021, o que significa 177 mortes a menos que em 2020;Queda em um ano foi de 3,4%;

Mês mais violento foi o de abril, com 532 crimes.Brasil

O Brasil teve uma queda de 7% nos assassinatos em 2021 na comparação com 2020,

após registrar um aumento de 5% em relação a 2019. No ano passado, foram registradas 41.019 mortes violentas, contra 44.061 em 2020. Ou seja, 3.042 mortes a menos.

Estão contabilizadas no número as vítimas de homicídios dolosos (incluindo os feminicídios), latrocínios e lesões corporais seguidas de morte. A região Norte também teve uma alta de 10,37%. Já nas outras regiões (Sul, Centro-Oeste e Sudeste), o número de crimes violentos foi menor na comparação com o ano anterior.

Fonte:g1.globo.com/ ba

Foto: Divulgação/SSP-BA