Feira de Santana Tempo
FEIRA DE SANTANA Tempo

Manifestantes queimam pneus e bloqueiam Estrada do Derba em protesto contra aumento do preço da gasolina em Salvador

Manifestantes queimam pneus e bloqueiam Estrada do Derba em protesto contra aumento do preço da gasolina em Salvador

Compartilhe

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Ato ocorreu no início na manhã desta quarta-feira (27), nas imediações do bairro de Fazenda Coutos. Manifestantes interditaram os dois sentidos da via.

Um trecho da BA-528, conhecida como Estrada do Derba, foi bloqueado no início da manhã desta quarta-feira (27), durante protesto contra o aumento do preço da gasolina em Salvador. O ato começou por volta das 7h30, nas imediações do bairro de Fazenda Coutos.

Manifestantes atearam fogo em pneus para montar barricadas nos dois sentidos da via, que têm longo congestionamento. A extensão exata não foi informada pela Polícia Rodoviária Estadual, que atuou para controlar o fluxo na via e negociar a liberação da pista. Uma equipe do Corpo de Bombeiros também foi acionada para apagar as chamas.

Os participantes do ato, em sua maioria, são trabalhadores que fazem carreto na região, além de mototaxistas. Todos se dizem prejudicados com a alta no preço dos combustíveis.

“Com esse preço insustentável da gasolina, não está dando para sobreviver. A gente está trabalhando para colocar combustível no nosso veículo. Somos trabalhadores e estamos brigando por nosso direito. Não tem condição de manter um preço desse. Vai chegar o final do ano, a gasolina a R$ 10 e o povo aí sem fazer nada”, reclamou o entregador identificado pelo prenome André.

Estrada do Derba bloqueada em protesto contra aumento do combustível em Salvador — Foto: Reprodução/TV Bahia

Estrada do Derba bloqueada em protesto contra aumento do combustível em Salvador — Foto: Reprodução/TV Bahia

Outro manifestante disse que o protesto foi organizado de maneira pacífica e também reclamou do preço do combustível

“Estamos aqui nesse protesto, não para quebrar, mas reunidos a favor do preço do combustível, para que a gente tenha um preço justo, um preço digno. Porque não é possível a gente sobreviver dessa maneira. As pessoas que rodam mototaxi, que rodam Uber, cansados de pagar um preço caro na bomba do combustível”, disse o homem.

Polícia Militar libera pista após protesto na Estrada do Derba, em Salvador

Na tarde de terça-feira (26), motociclistas também protestaram contra o aumento do preço do combustível na capital baiana. O trânsito ficou congestionado na Avenida Luís Viana Filho, conhecida também como Avenida Paralela, sentido centro.

De acordo com a Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador), a manifestação começou por volta das 17h20, próximo ao viaduto que dá acesso ao bairro de Narandiba, e terminou às 20h. O congestionamento atingiu mais de 6 km de extensão.

Depois disso, o grupo seguiu para a Avenida Antônio Carlos Magalhães, e bloqueou o trânsito no sentido da Avenida Paralela. Porém, uma faixa da via foi desbloqueada pela Transalvador.

Alta nos preços

Na terça-feira, postos de combustíveis de Salvador amanheceram com novos valores cobrados pelo litro da gasolina. Em alguns deles, os preços chegam aos R$ 7,09 para o tipo comum. Na segunda-feira (25), o produto custava, em média, R$5,99.

O etanol comum é vendido por mais de R$ 6 e o diesel beira o mesmo patamar. Já a gasolina aditivada é encontrada por R$7,39. Autorizado na segunda-feira, o reajuste notado na terça-feira foi o 11º, somente este ano.

A alta foi de 7,04% e ocorreu pouco depois de outra correção anunciada em 9 de outubro, de 7,2%. Antes disso, em 28 de setembro, o preço da gasolina já havia subido 8,89%. Ao todo, somente este ano, o preço do combustível já teve reajuste de 73,4% nas refinarias. As principais justificativas para o aumento são as cotações do dólar e do petróleo.

Fonte:g1.globo.com/ba