Fundação Hospitalar desmente acusações de paciente

Fundação Hospitalar desmente acusações de paciente

Compartilhe

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Atendimento no Hospital da Mulher seguiu protocolos do Ministério da Saúde

Em nota, a Fundação Hospitalar de Feira de Santana (FHFS) esclarece que não passa de informações infundadas as declarações da paciente Gisele Oliveira, publicadas nas redes sociais e veiculadas na imprensa, acusando indevidamente médicos e enfermeiros do Hospital Inácia Pinto dos Santos, o Hospital da Mulher, de violência obstétrica.

A instituição reitera que a paciente foi atendida seguindo todas as normas do Ministério de Saúde e rigorosos protocolos internos da unidade hospitalar. Após passar pelo acolhimento de enfermagem e atendimento médico, Gisele Oliveira e seu acompanhante foram encaminhados ao Centro de Parto Normal. A indicação era para um parto normal, que não evoluiu, sendo necessário a equipe médica submetê-la a uma cesariana.

Após o nascimento, o bebê recebeu os cuidados pediátricos e levado com segurança à mãe. Vale ressaltar que a paciente não prestou nenhuma reclamação na ouvidoria da unidade hospitalar, tampouco insatisfação à diretoria técnica.

A FHFS repudia atos de injúria e difamação direcionados pela paciente aos profissionais de saúde, que não condizem à verdade dos fatos. O serviço prestado pelo Hospital da Mulher é referência em parto humanizado e destaque estadual com mais de 8 mil procedimentos no último ano.

Fonte:www.feiradesantana.ba.gov.br