Especialista chama a atenção para a importância da Atividade Física no trato de problemas como câncer colorretal

Especialista chama a atenção para a importância da Atividade Física no trato de problemas como câncer colorretal

Compartilhe

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

No dia Mundial da Atividade Física, comemorado em 6 de abril, refletir sobre a importância de adotar hábitos como uma simples caminhada se faz mais que necessário a fim de prevenir ou mesmo tratar uma série de doenças. O sedentarismo, apontado por especialistas como um dos vilões da obesidade e inimigo de problemas como a pressão alta, a glicemia descontrolada, problemas de circulação sanguínea, dentre outros, também está relacionado com o mau funcionamento do trânsito intestinal, ou mesmo, o câncer colorretal.
De acordo com o proctologista, Eugênio Ramalho, a atividade física impacta diretamente na saúde dos órgãos do sistema digestivo, não somente no corpo e na rotina. Além disso, representa forte aliado na prevenção de doenças e incômodos tão comuns quando o assunto é o trato intestinal. O especialista explica que ao movimentar o corpo, o organismo acaba por produzir um hormônio chamado serotonina, o qual, além de dar a sensação de ânimo e disposição, também resulta no relaxamento do intestino, melhorando seu ritmo e funcionamento.
A prática de exercícios aeróbicos, a exemplo da própria caminhada, dança, corrida, ciclismo, como salienta o proctologista, já nos primeiros 30 minutos, produz não somente o serotonina como também a endorfina. “Tudo isso faz com que o sono seja melhorado. Com isso, dormindo bem, a pessoa também passa a ter seu intestino funcionando melhor”, frisa. Os exercícios mais localizados, como abdominais e outros fazem com que seja provocado no intestino o peristaltismo, ou seja, a contração do abdômen faz com que problemas como a constipação, mais conhecida como “prisão de ventre”, deixe de existir ou pelo menos seja amenizada.
Para se ter uma ideia, “todo paciente acamado ou que usa cadeira de roda para se locomover geralmente tem maior probabilidade de sofrer com a constipação. A locomoção é indispensável para o estímulo ao peristaltismo que é que a contração do intestino. Por isso, a atividade física é tão importante e é um dos melhores “remédios” ou tratamento que a gente indica para pacientes com constipação”, salientou.

Texto: Agência de Comunicação Integrada Viver Mais
Contatos: Adriana Matos 75 991319845 e Cristiane Melo 75 991341324
Foto: Diogo Brasileiro