Exame oferece diagnóstico em menos de meia hora

Exame oferece diagnóstico em menos de meia hora

Compartilhe

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Apenas uma picadinha rápida e quase indolor, submetendo a amostra de sangue a um reagente, é capaz de detectar, ou não, a presença do vírus HIV. O teste rápido apresenta o diagnóstico em menos de meia hora e a sua realização está sendo intensificada neste mês em todas as unidades de saúde a partir desta quarta-feira, 1°.

A iniciativa faz parte da programação da campanha Dezembro Vermelho, promovida pela Prefeitura de Feira, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, que chama atenção para a prevenção e diagnóstico precoce do HIV e do tratamento contra a Aids, além de outras infecções sexualmente transmissíveis.

Atualmente, 3.411 pessoas estão em tratamento contra a doença em Feira de Santana, no Centro Municipal de Referência em Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST). De acordo com a enfermeira coordenadora, Vanessa Sampaio, o Dezembro Vermelho é o momento oportuno para promover o diagnóstico.

“Muitas pessoas vivem com o vírus do HIV e não sabem, o diagnóstico favorece o tratamento imediato e o grande objetivo é que essa pessoa tenha adesão e acesso para que chegue a uma carga viral indetectável, além disso é um momento de reflexão sobre os estigmas que a doença carrega, onde não cabe mais o preconceito e alertar a população sobre as formas de prevenção do vírus”, explica a enfermeira.

Durante a campanha, também serão realizados testes rápidos de sífilis e hepatite, distribuição de preservativos, ações educativas e de prevenção no Centro de Referência e em todas as Unidades Básicas de Saúde e de Saúde da Família para sensibilizar a população sobre as medidas de cuidado, assistência e proteção dos direitos das pessoas infectadas com o HIV.

MÉTODOS DE PREVENÇÃO

É importante destacar que além do preservativo, outros métodos de prevenção também são realizados, como a Profilaxia Pós-Exposição ao HIV (PEP) medicação que pode ser tomada até 72h depois da exposição a uma situação de risco e a Profilaxia Pré Exposição (Prep) que é o uso contínuo de medicação para a prevenção do vírus destinada a populações chaves. 

Também faz parte da Prevenção Combinada, a carga viral indetectável, que reduz as chances de uma pessoa que convive com o vírus transmitir para outra pessoa durante a relação sexual.

A PEP pode ser encontrada no Centro de Referência IST/HIV/AIDS e HPV, nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) do bairro Queimadinha e Mangabeira, no Hospital Clériston Andrade (HGCA) e no Hospital Estadual da Criança (HEC). A Prep está em processo de implantação no município com o início previsto para Janeiro de 2022.

TRANSMISSÃO

O vírus do HIV pode ser transmitido em toda e qualquer relação sexual – anal, oral e vaginal – desprotegida; transfusão de sangue contaminado; contato com seringas, agulhas e quaisquer outros materiais perfurocortantes infectados e através da mulher infectada para o feto durante a gravidez.

Fonte:www.feiradesantana.ba.gov.br

Foto: Raylle Ketlly